Cláudia Monteiro de Aguiar defende em Plenário a linha orçamental para o Turismo

O Parlamento Europeu reunido em Estrasburgo aprovou hoje a posição do Parlamento sobre próximo o Quadro Financeiro Plurianual pós-2020. Com 458 votos a favor, 177 contra e 62 abstenções, enviando uma mensagem clara à Comissão Europeia e ao Conselho sobre quais as prioridades que pretende ver vertidas no próximo Quadro Financeiro Plurianual pós-2020.

No debate de ontem no Parlamento Europeu, considerado por todos os grupos políticos como o debate mais importante do mandato, Cláudia Monteiro de Aguiar defendeu a criação de uma “linha orçamental dedicada ao Turismo, e definiu que a apresentação da mesma é já uma vitória para o sector”.

A Deputada recorda que no relatório aprovado em Outubro de 2015, no qual foi co-relatora, intitulado Novos desafios e ideias para o fomento do Turismo na Europa apresentou a presente proposta, conjuntamente com colegas espanhóis, e que ao logo do seu mandato tem defendido na Comissão de Transportes e Turismo “a criação desta linha orçamental que servirá para preparar o sector e ajudar as empresas a se adaptarem aos desafios futuros, nomeadamente a digitalização, a qualificação dos recursos humanos e para a promoção e crescimento sustentável dos destinos”.

A deputada exortou ainda a Comissão Europeia para que “acompanhe a vontade do Parlamento Europeu e apoie esta medida concreta refletindo o valor que o sector do turismo representa para a economia da UE28: terceira actividade económica da União, que emprega um total de 17 milhões de pessoas e que contribui para cerca de 10% do PIB da UE”.

Cláudia Monteiro de Aguiar espera agora que, em Maio, na apresentação das prioridades da Comissão Europeia para o próximo Quadro Financeiro Plurianual estes compromissos sejam incluídos na proposta da Comissão e espera que o Conselho, em geral os Estados-Membros e em particular Portugal, acompanhem vontade dos deputados, representantes dos cidadãos da União.